No ensino de idiomas a aprendizagem acontece quando o aluno aplica o que aprendeu em sala de aula na sua própria realidade.

Com as novas metodologias de ensino e utilizando tecnologias digitais e linguagens familiares às gerações mais jovens, aprender um novo idioma é um dos caminhos para atingir os objetivos e sonhos de cada um. Neste artigo vamos apresentar algumas novidades na forma de ensino que foram impulsionadas pela presença da tecnologia como aliada ao processo de educação.

Sala de Aula Invertida

Para entender a sala de aula invertida, podemos começar pensando em uma sala de aula tradicional. Esse modelo tem como foco o professor, pois ele estaria na frente da sala ensinando o conteúdo aos alunos, que estariam sentados fazendo anotações. A sala de aula invertida se contrasta com esse modelo tradicional, permitindo um melhor atendimento às necessidades individuais dos alunos, inverter a sala significa que os eventos que tradicionalmente acontecem dentro da sala de aula agora acontecem fora, e vice-versa.

Uma técnica educacional que consiste em duas partes: atividades interativas de aprendizagem em grupo na sala de aula e instrução individual direta por computador fora da sala de aula. A instrução fora da sala de aula pode ocorrer por meio de textos, vídeos encontrados online ou feitos pelo próprio professor ou outras atividades didáticas. Desta maneira, a tecnologia é empregada para que o professor e o aluno aproveitem melhor o seu tempo.

Esta aprendizagem é uma mescla de aprendizagem online e presencial. B-learning é usar as melhores metodologias disponíveis para um objetivo específico, incluindo ensino a distância, instrução em sala de aula, suporte de atividades e soluções.

Muitos trabalhos, o apontam como sendo o aprendizado que compartilha o melhor do e-learning e dos ambientes de aprendizagem tradicionais, a grande vantagem do modelo blended é a mescla de alunos online e presenciais, possibilitando uma melhor rede interacional nos níveis locais, regionais, bem como os globais.

Blended Learning

Gamificação

Gamificação tornou-se uma das apostas da educação no século 21. O termo complicado significa simplesmente usar elementos dos jogos de forma a engajar pessoas para atingir um objetivo. Na educação, o potencial da gamificação é imenso: ela funciona para despertar interesse, aumentar a participação, desenvolver criatividade e autonomia, promover diálogo e resolver situações-problema.

Para fazer uso da gamificação, portanto, não é preciso usar jogos prontos – apesar de eles serem uma das possibilidades. Além disso, a tecnologia é uma linguagem familiar para essa geração, constantemente conectada. Da mesma forma, a lógica dos games é facilmente compreendida: hoje, uma pesquisa da empresa Spil Games mostra que 1.2 bilhões de pessoas pelo mundo jogam algum tipo de game; dessas, cerca de 700 milhões jogam online. Isso representa 44% da população online.

Se seus alunos já estão nesse universo, por que não utilizá-lo para fins pedagógicos?

Até breve.

[]
1 Step 1
Resolvendo a Tecnologia

Preencha abaixo para receber nossa ajuda

keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder
Olá!
Como podemos ajudar?
Powered by